CINCO HOMENS MORREM EM TROCA DE TIROS COM A POLICIA CIVIL - Boca de Zero Nove

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

CINCO HOMENS MORREM EM TROCA DE TIROS COM A POLICIA CIVIL


Cinco suspeitos de assalto contra uma pizzaria localizada no bairro da Santa Mônica, na noite de segunda-feira (30), morreram durante confronto com policiais civis, na manhã desta quarta-feira (1).
Segundo a polícia, agentes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), faziam investigação sobre o assalto e quando tiveram acesso à localidade conhecida como ‘Portelinha’, no bairro Santo Antonio dos Prazeres, tentaram abordar os suspeitos e foram recebidos a tiros.
Na troca de tiros, cinco homens foram baleados e socorridos até o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mas não resistiram. Os nomes dos suspeitos ainda não foram divulgados pela polícia.
O delegado André Ribeiro, titular da DRFR, deu mais detalhes sobre a operação policial e informou que um dos homens baleados foi beneficiado com a saída temporária, mas não retornou ao presídio. Embora ainda não tenha a identificação dos cinco suspeitos, o delegado adiantou que todos são de Feira de Santana. "A partir do roubo (pizzaria), a gente observou as imagens, passamos a investigar para tentar identificar os elementos, e aí, obtivemos a informação de onde estavam homiziados (escondidos), no bairro Santo Antônio dos Prazeres. Na manhã de hoje, realizamos esta operação e ao adentrarmos na rua do bairro, onde eles estavam, passaram a efetuar disparos de armas de fogo contra as equipes", informou André Ribeiro.
Ainda de acordo com o delegado, durante o assalto à pizzaria, os assaltantes roubaram dinheiro e objetos do proprietário e dos funcionários, mas não chegaram a ir até o escritório do estabelecimento comercial. Ribeiro detalhou que foram apreendidas 3 pistolas, 4 revólveres, munições, duas balanças de precisão, vários celulares e um veículo Renault Sandero, prata, com restrição de furto/roubo.

Blog Central de Policia.


Um comentário:

  1. Parabéns aos policiais desta operação e ao delegado, é da polícia civil que feira de santana e a Bahia precisa,,,continuem assim

    ResponderExcluir

Páginas